Páginas

Marcela versus Hory

planos2

    Se você nunca pensou em ser outra pessoa, se nunca acordou querendo estar em outro lugar, ou se nunca quis fugir para outro lugar do planeta, vou contar como é essa sensação: angustiante.
    Depois de uma humilhação que tive no colégio, fiquei tão frustrada, triste, magoada, com raiva, tudo junto e ao mesmo tempo, que eu queria sumir e nunca mais ter que voltar para a escola. Infelizmente minha mãe não deixou e a vida teve que seguir. Graças a Deus, após ser o principal assunto por 01 mês e receber todos o olhares e cochichos no intervalo, uma menina do segundo ano engravidou e assim ela passou a ser o alvo das especulações.
    Vou contar o que aconteceu depois, mas por hora, o que posso falar é que se não fossem minhas amigas Sol e Paty, eu teria enlouquecido nesta época. E foi quando isso aconteceu, eu tinha 14 anos na ocasião – há dois anos- nós fizemos um pacto de amizade e criamos a nossa própria irmandade.
    Prometemos que nunca deixaríamos de ajudar umas as outras e desde então, fizemos uma espécie de clubinho, grupo, composto por nós três. Assim, nós temos tarefas, desafios, missões, é uma irmandade bem legal. Nossa ideia não foi criada por nós, apenas criamos um grupinho só nosso, assim, mesmo que o mundo acabe lá fora, temos uma realidade paralela… e nessa vida eu decidi que seria a Rory.
    O fato é que depois da traição e decepção que tive no colégio, aprendi e fiquei mais esperta e não confio meus segredos a qualquer pessoa e tudo que passei mudou minha personalidade, já não sou mais aquela boba que aceita tudo calada.
    Descobri que tinha uma força dentro de mim para falar a verdade a quem quer que seja. Acho que nada mais me intimida!
    Onde morreu a Marcela, nasceu a Rory. Na verdade a Marcela está ainda aqui, mas só para quem merece. Ou a Rory é uma versão mais ousada da Marcela, não sei bem ainda, mas vou descobrir…